Arquivos da Tag: educação

Instituto Duarte Lemos

IDL: “Reforçada necessidade de um projeto como o nosso”

IDL: “Reforçada necessidade de um projeto como o nosso”

No IDL o facto dos alunos trabalharem desde o ano passado com a Escola Virtual, um dos parceiros estratégicos do seu projeto, tornou mais simples a adaptação ao ensino à distância O ensino à distância, imposto pelo confinamento decorrente da pandemia covid19, levou o IDL a antecipar uma das suas medidas “estratégicas e estruturantes” do

Escola Secundária Adolfo Portela, em Águeda

Escola: Regresso com interrogações às aulas presenciais

Para os dois diretores das escolas secundárias de Águeda (Adolfo Portela e Marques de Castilho) falta informação, neste momento, para preparar o regresso à escola dos alunos do 11º e 12º. anos “Faltam ainda algumas informações necessárias à organização destas atividades, nomeadamente o número de alunos por sala ou a regra para o determinarmos”, refere

Escola Secundária Marques de Castilho

Desafios e dificuldades do ensino à distância

O ensino à distância obrigou professores e alunos e também os encarregados de educação a um esforço de adaptação enorme. Professores e alunos tiveram de aprender a trabalhar com novas plataformas. Há alunos que, sem computador ou acesso à internet, veem o seu trabalho duplamente dificultado. Entretanto, a partir do dia 18, os alunos do

Amadeu Castilho Soares

Amadeu Castilho Soares – Papel de aguedense no desenvolvimento de Angola

A tese de doutoramento do angolano Antunes Pinto, sobre análise dos manuais escolares do estado novo numa perspetiva pós colonial, aprofunda a intervenção que o aguedense Amadeu Castilho Soares teve em Angola com o plano de educação “levar a escola à sanzala” no início dos anos 60 do séc.XX Amadeu Castilho Soares é natural de

escola

Desafios da escola na era digital

Rosália Coelho, psicóloga do Agrupamento de Escola de Águeda, abordou os desafios da escola na era digital, defendendo o uso adequado da tecnologia. “O uso e abuso tem impacto no desenvolvimento da criança”, defendendo “métodos ativos envolvendo os alunos”, nomeadamente criando hábitos de leitura, e condições para que possa haver “silêncio, concentração e memorização” favoráveis

Top