Arquivos da Tag: estado do concelho

Gil Nadais defendeu-se das críticas do seu partido sobre a municipalização da educação. O processo foi desencadeado durante o governo de Pedro Passos Coelho. Águeda foi um dos municípios piloto

Águeda: 11 anos de Gil Nadais na Assembleia Municipal

Águeda: 11 anos de Gil Nadais na Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal de Águeda reuniu  para discutir o estado do concelho. A um ano das eleições autárquicas, a sessão foi aproveitada por socialistas e partidos da oposição para fazer o balanço da governação de Gil Nadais e da sua equipa. Além da intervenção de Gil Nadais, presidente da câmara, que completou 11 anos na

Manuel Farias

Águeda: PS diz que resolveu défice municipal

Manuel Farias, em representação do PS no debate sobre o estado do concelho de Águeda, centrou a sua intervenção na situação financeira da autarquia, para frisar que a governação socialista transformou a câmara municipal “numa pessoa de boas pagas e confiável como cliente” e que “resolveu o défice financeiro municipal anterior, até chegar ao objetivo

António Martins

Águeda: CDS-PP defende que executivo tem condições para reclamar acessibilidades

António Martins, em representação do CDS-PP, optou por endereçar várias perguntas ao presidente da câmara de Águeda na sessão da assembleia municipal sobre o estado do concelho, questionando Gil nadais, entre outros assuntos, sobre a rede escolar e sobre se a autarquia tem previsto algum reforço para as instituições à beira da rutura financeira.

“Estado do concelho” em discussão na Assembleia Municipal

A Assembleia Municipal de Águeda volta a reunir neste mês de Outubro, mais propriamente no dia 28 (sexta-feira), para discutir “o estado do concelho”. A discussão deverá abordar a questão da data do feriado municipal, entre outros assuntos considerados actualmente relevantes para o município, à frente dos quais estará certamente a desactivação da linha ferroviária do

Discussão do estado do concelho “virou” comício

A assembleia municipal reuniu na sexta-feira, em sessão extraordinária, para discutir o estado do concelho, mas a discussão acabou por transformar-se numa espécie de comício, com o PS e PSD a disputarem quem mais fez pelo concelho.  E, após uma longa maratona, de cerca de cinco horas, a sessão foi interrompida, dado o adiantado da

Top