Arquivos da Tag: municipalização da educação

escola

Águeda e Oliveira do Bairro vão assinar contrato com Governo para municipalizar a educação

Águeda e Oliveira do Bairro vão assinar contrato com Governo para municipalizar a educação

Águeda é um dos 13 municípios do país que concluiu as negociações com o Governo, preparando-se para assinar o contrato interadministrativo de delegação de competências na área da educação, previsto para final de abril. Os contratos-piloto começam a ser aplicados no próximo ano letivo, por um período de quatro anos. Caso resulte, serão aplicados a

Os três representantes do Sindicato de Professores: Elsa Lavrador, Vítor Januário e João Carlos Domingos

Sindicato dos Professores foi à câmara apelar para que pare municipalização da educação

Três elementos do Sindicato dos Professores da Zona Centro deslocaram-se à Câmara Municipal de Águeda, quando decorria a reunião do executivo, deixando um apelo ao presidente e vereadores para que o processo de transferência de competências, mais conhecido por municipalização da educação, não avance em Águeda. Os elementos do sindicatos dos professores entregaram ao presidente

escola

Municipalização da educação: saiba quais são os temores dos professores

A municipalização da educação levou o Sindicato de Professores da Região Centro/FENPROF a promover uma ação “de esclarecimento” nos concelhos de Águeda e Oliveira do Bairro revelando algumas condições que terão sido negociadas entre o Governo e os municípios para a concretização do processo.  O Sindicato de Professores da Região Centro/FENPROF refere que, com a municipalização

Câmara Municipal de Águeda

Professores responsabilizam Gil Nadais

A direção do Sindicato de Professores da Região Centro/FENPROF, em carta enviada ao autarca, responsabiliza Gil Nadais por ter tido a iniciativa de “propor ao governo a transferência de mais competências na área da educação para a autarquia a que preside”. “A matéria é demasiado sensível para aventureirismos ou epifanias”, refere o SPRC, que entregou

Os cinco socialistas do executivo municipal de Águeda

Moção para suspender “municipalização” da educação sem efeitos práticos

A Assembleia Municipal aprovou a moção da CDU que exige suspensão imediata do processo de “municipalização” da educação no concelho, como é conhecido. Uma matéria que está longe de ser consensual, inclusive no seio dos partidos e que gerou acesa discussão na sessão de sexta-feira, com Paulo Seara (PS) a destacar-se pela assertividade da sua

Região de Águeda - edição de 17 de dezembro de 2014

Região de Águeda | edição da semana – n.º 837

A edição da semana do Região de Águeda já está disponível nas versões e-paper e impressa. A chamada “municipalização da educação” continua na ordem do dia, com o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, a admitir “riscos” e “receios” no processo negocial com o Governo, enquanto os membros da Assembleia Municipal votavam uma

Paulo Matos

“O Estado está a demitir-se de funções de soberania importantes” – Paulo Matos (PSD)

A propósito da municipalização da educação, Paulo Matos, antigo deputado do PSD na Assembleia da República, considera que “o Estado está a demitir-se de funções de soberania importantes”. O social-democrata falava na sessão da Assembleia Municipal de Águeda, agendada para discutir o estado do concelho, . “Não me agrada nada”, referiu Paulo Matos, de forma

Assembleia Municipal de Águeda

Muitas dúvidas sobre a municipalização da educação

Quem assistiu à Assembleia Municipal para discutir o “estado do concelho” terá saído dela com muitas dúvidas sobre o processo de municipalização da educação, que decorre. O assunto dominou a sessão. Dois deputados do PS (José Vidal e Paulo Seara), bem como Hilário Santos (PSD), solicitaram documentos e que o assunto fosse discutido em sessão

Top