Arquivos da Tag: Região de Águeda

Capa da primeira edição do Região de Águeda, em 30 de outubro de 1998

REGIÃO DE ÁGUEDA | 21 anos. Como foi a primeira edição?

REGIÃO DE ÁGUEDA | 21 anos. Como foi a primeira edição?

Sexta-feira, 30 de outubro de 1998. Portugal despedira-se da Expo’98, o Escudo ainda era a moeda e Águeda sofria com todo o intenso trânsito da EN1 sem variante. A edição n.1 do Região de Águeda destacava, em manchete de primeira página, a inauguração da segunda fase do laboratório de ensaios da ABIMOTA. “Representa um passo

Joana Marques Vidal entre o comendador Augusto Gonçalves (Região de Águeda) e o ex-ministro Laborinho Lúcio (orador convidado)

Joana Marques Vidal, mulher e magistrada

“ Joana Marques Vidal contribuiu decisivamente para que possamos acalentar a esperança e renovar a credibilidade das instituições”, afirmou Álvaro Laborinho Lúcio, ex-ministro da Justiça e cidadão amplamente reconhecido pelo seu exemplo cívico, na homenagem que o Região de Águeda promoveu, no auditório da Escola Secundária Marques de Castilho, à Procuradora Geral da República 2012-2018.

Região de Águeda - edição 1031,, de 30 de outubro de 2018 - 20 anos de publicação

Região de Águeda | edição da semana -n.º 1031

O Região de Águeda completa 20 anos de existência com a edição desta semana, a 30 de outubro de 2018. A primeira edição das 1031 publicadas saiu precisamente a 30 de outubro de 1998. Integrado no programa comemorativo dos 20 anos, o Região de Águeda vai homenagear Joana Marques Vidal, Procuradora Geral da República entre

Região de Águeda - edição de 17 de outubro de 2018

Região de Águeda | edição da semana – n.º 1029

A edição da semana do Região de Águeda destaca a possibilidade de perda de mais uma valência no Tribunal de Águeda. O juiz de instrução criminal foi trabalhar para Aveiro sem que ninguém se apercebesse e tudo porque as alterações do mapa judiciário, a executar em janeiro, preveem a extinção do juízo em Águeda e

Miguel Duarte numa missão de resgate no Iuventa

“O que será feito deste mundo quando tivermos medo de nos ajudar uns aos outros?” – Miguel Duarte, voluntário no Mediterrâneo

“Atuei de acordo com o que considero eticamente correto com o objetivo de salvar tantas vidas quanto possível”, disse Miguel Duarte, acusado pelas autoridades italianas de imigração ilegal. Em entrevista ao Região de Águeda, este neto de aguedense, que se voluntariou em ações de resgate no Mediterrâneo, considera que se trata de uma “acusação séria,

Top