Tanoaria e espumante em fotografia no Museu do Vinho

José Fangueiro apresenta “A arte da tanoaria – os últimos”

A fotografia de tanoaria e espumante está em destaque no novo ciclo de exposições do Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, patente até ao próximo dia 10 de maio.

Neste novo ciclo expositivo, o vinho continua a dar o mote para a criação artística, sendo a fotografia a técnica escolhida para revelar dois novos conjuntos de perspetivas sobre o universo vinícola da Bairrada. José Fangueiro apresenta “A arte da tanoaria – os últimos”, uma mostra concebida para o Museu do Vinho Bairrada, contemplando uma vasta coleção de imagens captadas nalgumas tanoarias portuguesas, homenageando os homens que dão vida a esta arte ancestral. Resgatam-se expressões, habilidades e saberes do passado, culminando com momentos registados nalgumas caves emblemáticas da Bairrada.
A exposição é complementada pelo documentário “A Arte da Tanoaria”, realizado por Roger Nicolau, e tem como pano de fundo uma trilha sonora da autoria de Fernando Alves, jornalista da TSF.
Encontra-se também exposto, pela primeira vez, um vasto conjunto de equipamentos e de ferramentas associados à tanoaria, que o Museu do Vinho Bairrada tem vindo a integrar nas suas coleções e que não haviam sido ainda apresentados ao público.
“Bairrada, a musa do espumante”, de Pedro Nóbrega, foi igualmente idealizada a pensar no Museu do Vinho Bairrada. Trata-se de um conjunto de fotografias dedicado aos espumantes Bairrada, e que, segundo o seu autor, “recria um círculo entre o espumante e a sua musa”, sendo sua intenção “mostrar, em cada peça, uma fase distinta da sua produção em que a sua musa a influencia”.
As exposições estarão patentes até 10 de maio, de terça a sexta-feira, das 9h às 13h e das 14h às 18h, e aos fins de semana, das 10h às 19h.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top