Ténis: CTA assina protocolo para formação

Complexo do Clube Ténis de Águeda

O Clube Ténis de Águeda (CTA) vai assinar um protocolo de cooperação com a Felner Tennis Academy (FTA) no próximo dia 16 de janeiro, às 12 horas.

Para o mesmo dia, a partir das 9h, no complexo do CTA, será feita uma apresentação da Felner Tennis Academy (FTA), uma reunião com os pais dos atletas e a assinatura do protocolo, seguindo-se do espumante de honra.
“Acreditamos que se trata de uma pareceria de grande valia para os atletas de competição do CTA e para todos aqueles que pretendam elevar o seu nível de ténis”, refere Paulo Campos, presidente do CTA, para quem o resultado prático do protocolo poderá tornar-se num “valioso complemento ao trabalho de formação que tem vindo a ser desenvolvido” no clube aguedense.
Ao abrigo deste protocolo os atletas do CTA passarão a ter acesso, em condições privilegiadas, a uma plataforma que proporcionará o seu desenvolvimento competitivo com condições financeiras vantajosas, nomeadamente através da promoção na academia de estágios nos períodos de férias escolares e outros e no acompanhamento de atletas a competições.
O CTA passará a ter no FTA um “parceiro de referência” para a deteção de jovens talentos no ténis, desenvolvimento de jogadores de competição e formação contínua de treinadores e dirigentes.

O QUE É A FTA?

A FTA nasceu da parceria com o Clube de Ténis das Caldas da Rainha e da “ambição de fazerem um centro de referência” ao nível da formação desportiva e do alto-rendimento no ténis. Com uma “vasta experiência” a nível académico e no treino de alto-rendimento, Pedro Felner procurou juntar uma equipa de treinadores com formação, experiência e ambição para desenvolver um “projeto de excelência”.
Os resultados desportivos alcançados nos últimos anos, com vários títulos nacionais individuais e por equipas e resultados de grande relevo internacional no circuito Tennis Europe, ITF, ATP e WTA, fazem da FTA uma academia de referência a nível internacional.
A FTA tem como objetivo “ajudar os atletas a alcançar os seus objetivos desportivos e pessoais”. Para além da performance desportiva, orienta-se igualmente por “preocupações psico-pedagógicas” decisivas na formação pessoal dos atletas.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top