Trofa: Serafim Garrido já tem casa digna, com luz elétrica, onde pode ler os seus livros…

“Parece um palácio!”. Foi assim que Serafim Garrido se referiu à sua nova casa. Agora já tem onde guardar os seus livros e luz elétrica para os ler, o que não acontecia na sua anterior habitação, se assim se lhe pode chamar, onde não tinha luz elétrica, nem água, nem casa de banho.

O sexagenário foi um dos selecionados para morar numa das três casas de habitação social reconstruídas pelos Pioneiros, com o apoio da Câmara Municipal de Águeda.

Serafim Garrido morou, durante mais de 40 anos, numa casa sem água, luz elétrica nem casa de banho. “Aquilo não era bem uma casa, era um barracão qualquer”, diz o homem que trabalhou na construção civil durante uma vida, mas que tem na leitura o seu maior vicio – até mais que o tabaco – e que conhece José Saramago e Victor Hugo, entre muitos outros escritores e livros de referência.

(MAIS INFORMAÇÃO NAS EDIÇÕES E-PAPER E IMPRESSA)

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top