Universidade Sénior quer criar pólos em Aguada de Baixo e Segadães

Universidade Sénior de Águeda

A Academia Portuguesa Cultura Solidariedade de Águeda está apostada em criar pólos da Universidade de Sénior nas freguesias do concelho, iniciando por Aguada de Baixo e Segadães, em parceria com a IPSS locais

Para 2018, a instituição pretende ainda criar a Agência do Banco do Tempo, em parceria com a Junta de Freguesia, Bela Vista e a Associação do Graal.
Estes são alguns dos projetos que fazem parte do seu plano de atividades para o próximo ano, aprovado recentemente, juntamente com o orçamento da instituição.
A Academia vai ainda dinamizar tertúlias e eventos culturais e de convívio. Em janeiro, arranca já com o cantar dos reis, que decorrerá entre os dias 2 e 16 de janeiro. No dia 18, promove uma sessão de ioga do riso.
Recorde-se que a Academia Portuguesa de Cultura e Solidariedade de Águeda tem por objetivo a promoção sócio-cultural da população e o seu âmbito de ação abrange o concelho de Águeda. Constituída em 1998, a instituição ressurgiu em 2009, aquando de um diagnóstico das necessidades para reformados não institucionalizados em contexto da rede social de Águeda. Após sucessivas reuniões com os fundadores que responderam à chamada e com outras pessoas constituiu-se uma nova comissão instaladora, que iniciou um processo de angariação de novos associados e constituição de novos corpos sociais. Um ano depois, a instituição inaugurou a primeira universidade sénior do concelho.

Autores

Notícias Relacionadas

*

Top